O governo Temer e o avanço autoritário das contrarreformas no campo educacional

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Gabriela Delgado
Giovane do Nascimento
Renata Maldonado da Silva

Resumo

O presente trabalho aborda as políticas propostas pelo governo Michel Temer (12/05/2016 – 01/01/2019) com impacto direto no campo educacional, quais sejam, a Emenda Constitucional nº 95 e a reforma do Ensino Médio, Lei nº 13.415 de 2017. Apesar da resistência de estudantes, trabalhadores e pesquisadores da educação, ambas as medidas foram sancionadas e encontram-se vigentes. Portanto, o objetivo deste artigo foi analisar as políticas propostas pelo Executivo nacional durante o governo Michel Temer que tiveram impacto profundo no setor educacional. Observou-se que tais medidas representam uma radicalização da perspectiva neoliberal, por meio da materialização de contrarreformas ou reformas antipovo. A metodologia utilizada inclui pesquisa bibliográfica e análise documental.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos

Referências

ANDERSON, P. Balanço do neoliberalismo. In: SADER. E; GENTILI. P (orgs). Pós-neoliberalismo. As políticas sociais e o Estado Democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

BEHRING, E. R. Principais Abordagens Teóricas da Política Social e da Cidadania. In: CFESS. Capacitação em Serviço Social e Política Social. 1 ed. Brasília: CEAD/UnB, v. 3, p. 18- 40, 2000.

BOITO JR, A. Reforma e crise política no Brasil: os conflitos de classe nos governos do PT. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; São Paulo: Editora UNESP, 2018.

BOITO JR, A.; BERRINGER, T. Brasil: classes sociais, neodesenvolvimentismo e política externa nos governos Lula e Dilma. In: Revista de Sociologia e Política, v. 21, n. 47, p. 31-38, set. 2013.

BONAMINO, Alicia. A evolução do Saeb: desafios para o futuro. Em Aberto, Brasília, v. 29, n. 96, p. 113-126, maio/ago. 2016

BRASIL. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394/1996, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 10 mai. 2017.

__________. Lei 11.494 de junho 2007, Lei do Fundeb, Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)..., Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11494.htm. Acesso em: 20 fev. 2018.

_________. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Emendas/Emc/emc95.htm. Acesso: 13 ago. 2019.

_________. Lei nº 13.415/2017, de 13 de fevereiro de 2017, Altera as Leis nos 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT..., aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e o Decreto-Lei no 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei no 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm>. Acesso em: 23 fev. 2017.

BRAZ, Marcelo. O golpe nas ilusões democráticas e a ascensão do conservadorismo reacionário. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 128, p. 85-103, jan./abr. 2017

BRESSER-PEREIRA, L. C. Reforma do Estado nos anos 90: lógica e mecanismos de controle. Brasília: MARE, Cadernos MARE, n. 1, 1997. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ln/n45/a04n45.pdf. Acesso em: 10 agosto 2019.

__________. “A Reforma do Estado nos Anos 90: Lógica e Mecanismos de Controle”. Lua Nova - Revista de Cultura Política, n. 45, 49-95, 1998.

CARDOSO, F. H. “Notas sobre a reforma do Estado”. Novos Estudos/CEBRAP, n. 50, 1998.

COUTINHO, C. N. A época neoliberal: revolução passiva ou contra-reforma? Novos Rumos, Marília, v. 49, n. 1, p. 117-126, jan. – jun., 2012.

CUNHA, Luiz Antonio. Ensino Médio: atalho para o passado. Educ. Soc., Campinas, v. 38, n. 139, p. 373-384, abr.-jun., 2017.

DAVIES, Nicolas. A política educacional nos governos do PT no Brasil: continuidades ou descontinuidades em relação aos governos de Fernando Henrique Cardoso (FHC)? Brasas, 2014. Disponível em: http://www.brasa.org/wordpress/Documents/BRASA_XII/Proceedings/Nicholas%20Davies%20%20A%20pol%C3%ADtica%20educacional%20nos%20governos%20do%20PT%20no%20Brasil.pdf. Acesso: 10 ago. 2019.

__________. A política educacional nos governos do PT no Brasil: Continuidades ou descontinuidades em relação aos governos de Fernando Henrique Cardoso (FHC)? Revista HISTEDBR On-line, Campinas, nº 67, p. 39-52, mar2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/download/8646087/13283/. Acesso: 10 set. 2019.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. Educação básica no Brasil na década de 1990: subordinação ativa e consentida à lógica do mercado. Educ. Soc., Campinas, v. 24, n. 82, p. 93-130, abr. 2003.

FRIGOTTO, G. Educação e a crise do capitalismo real. São Paulo: Cortez, 1994.

GENTILE, P. A Falsificação do Consenso: Simulacro e Imposição na Reforma Educacional do Neoliberalismo. Petrópolis: Vozes, 1998.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.

HARVEY, D. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2014.

MARQUES, Maria Alice de Freitas. Políticas Educacionais Nos Governos Lula e Dilma: Impactos Na Expansão Do Ensino Superior e Profissional. Rev.Mult. Psic., v. 12, n. 41, p. 661- 676, 2018.

OLIVEIRA, C.; SILVA, G. O Novo Regime Fiscal: tramitação e impactos para a educação. RBPAE, v. 34, n. 1, p. 253 - 269, jan./abr. 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/77586/48887. Acesso: 10 set. 2019.

OLIVEIRA, Dalilla. As políticas educacionais no governo Lula: rupturas e permanências. RBPAE, v. 25, n. 2, p. 197-209, mai./ago. 2009.

PAULANI, Leda. Brasil Delivery: servidão financeira e estado de emergência econômico. São Paulo: Boitempo, 2008.

PERONI, V.; ADRIÃO, T. Mudanças na configuração do Estado e sua influência na política educacional. In: PERONI, V.; BAZZO, V.L.; PEGORARO, L. (org.). Dilemas da Educação Brasileira em Tempos de Globalização Neoliberal: Entre O Público e o Privado. Porto Alegre: UFRGS, 2006. p. 11-23.

PFEIFFER, Mariana. O "social" no interior do projeto neodesenvolvimentista. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 120, p.746-766, out/dez 2014.

SAMPAIO JR., P. de A. Desenvolvimentismo e neodesenvolvimentismo: tragédia e farsa. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 112, p. 672-688, out./dez. 2012.

SAVIANI, D. A educação na Constituição Federal de 1988: avanços no texto e sua neutralização no contexto dos 25 anos de vigência. 2009. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/issue/view/2238/showToc. saviani constituição de 1988. Acesso em: 10 ago. 2019.

__________. O Plano de Desenvolvimento da Educação: análise do projeto do mec. Educ. Soc., Campinas, v. 28, n. 100 - Especial, p. 1231-1255, out. 2007 Disponível em http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a2728100.pdf. Acesso em: 10 ago. 2018.

__________. A expansão do ensino superior no Brasil: Mudanças e Continuidades. Poíesis Pedagógica, v. 8, n. 2, p .4-17, ago/dez. 2010. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/14035. Acesso em: 02 maio 2018.

SILVA, Carmen Silvia Bissolli; MACHADO, Lourdes Marcelino Machado (orgs). Nova LDB: trajetória para a cidadania? São Paulo: Arte & Ciência, 1998.