Fascismo e Contrainsurgência Esboço sobre contribuições da teoria marxista da dependência em relação ao caráter dos Estados de exceção na América Latina

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Gustavo Santos da Silva

Resumo

Nesse presente artigo almeja-se recuperar brevemente algumas contribuições da teoria marxista da dependência em torno da questão dos Estados de exceção na América Latina. Ainda pouco explorado no Brasil, o conceito de Estado Contrainsurgência em Ruy Mauro Marini nos permite refletir sobre as particularidades e finalidades que tomam os Estados autoritários (ditaduras ou não) nos países de capitalismo dependente.


Como marco histórico, retomarei o debate protagonizado em 1978 no periódico Cuadernos Políticos por Pío Garcia, Augustin Cueva, Ruy Mauro Marini e Theotonio dos Santos sob a questão do fascismo na América Latina, somado a contribuição de Theotonio dos Santos no livro Socialismo o fascismo: el nuevo carácter de la dependencia y el dilema latinoamericano (1977), cuja primeira edição no Brasil somente aparece em 2018.


O fundo histórico da discussão se passa em torno da abertura lenta e gradual da ditadura civil-militar brasileira, simbolizada pela lei de anistia (1979), e a política de direitos humanos promovida pelo presidente estadunidense Jimmy Carter (1977-1981), na qual foi modificada a estratégia geopolítica dos EUA para a América Latina.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos

Referências

EVILAQUA, Aloisio Pampolha, “A crise orgânica do capital: o valor a ciência e a educação”, Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2015.
BICHIR. Maíra Machado, “A questão do Estado na teoria marxista da dependência”, Campinas: Unicamp, 2017.
COOKE, John William, “Peronismo y revolución: El peronismo y el Golpe de Estado. Informe a las bases”, Buenos Aires: Granica, 1973.
CUEVA, Augustín, “Problemas y perspectivas de la teoría de la dependencia”, In: CUEVA, Augustín , “Teoría social y procesos políticos en América Latina”, México: Edicol, 1979, pp. 15-39.
DIMITROV, Georgi, “Selección de trabajos”, Buenos Aires: Estudio, 1972.
FERNANDES, Florestan, “Capitalismo dependente e classes sociais na América Latina”, Rio de Janeiro: Zahar, 1981.
_________, “Poder e Contrapoder na América Latina”, São Paulo: Expressão Popular, 2014.
GARCIA, Pio, CUEVA, Augustin, MARINI, Ruy Mauro e SANTOS, Theotonio dos, “La cuestión del fascismo en América Latina”, In: Cuadernos Políticos, nº18, México, D.F: Editorial Era, outubro-dezembro de 1978, pp.13-34.
GRAMSCI, Antonio, “Maquiavel, a política e o Estado Moderno”, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.
HACKERTHAL, Eberhardt, “Fascismo y lucha antifascista”, In: Nueva Política, nº1, México, D.F: Fondo de Cultura Economica, janeiro-março de 1976, pp.181-186.
HANDAL, Schafik, “El fascismo en América Latina” Moscou: Progresso, 1976.
KOHAN, Nestor, “Golpe de Estado em Bolívia: debates pendientes y silencios cómplices”, Revista Espolier, Buenos Aires: Universidad de Buenos Aires, novembro de 2019 In: https://www.lahaine.org/mundo.php/golpe-de-estado-en-bolivia-2, acesso em: 16/11/2019.
LÊNIN, Vladimir Ilitch, “Imperialismo, fase superior do capitalismo”, disponível em: https://www.marxists.org/portugues/lenin/1916/imperialismo/index.htm, acesso em: 01/08/2019.
_________, “O Estado e a Revolução”, São Paulo: HUCITEC, 1983.
LUCE, Matias Seibel, “Teoria Marxista da Dependência: problemas e categorias. Uma visão histórica”, São Paulo: Expressão Popular, 2018.
MARINI, Ruy Mauro, “A new face of counterrevolution”, Cidade do México: UNAM, 1977, disponível em: http://www.marini-escritos.unam.mx/pdf/345_new_face_counterrevolution.pdf, acesso em: 22/08/2019.
_________, “Subdesarrollo y revolución”, México, D.F: Siglo XXI, 1974.
_________, SADER, Emir (org.) “Dialética da Dependência”, Petrópolis: Vozes, 2000.
_________, TRASPADINI, Roberta e STEDILE, João Pedro (orgs.), “Ruy Mauro Marini: Vida e Obra”, São Paulo: Expressão Popular, 2011.
_________, “Reforma e Contrarrevolução: Estudos sobre o Chile”, São Paulo: Expressão Popular, 2019.
MARX, Karl, “Os 18 de Brumário de Luís Bonaparte”, São Paulo: Boitempo, 2011.
_________, “Crítica del programa de Gotha”, Moscou: Progresso, 1979.
_________, “O Capital. Crítica da Economia Política, vol.1, Livro 1”, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1971.
MONIZ BANDEIRA, Luiz Alberto, “Brasil-Estados Unidos: a rivalidade emergente”, Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2011.
_________, “Brasil, Argentina, Estados Unidos: Conflito e integração na América do Sul (da Tríplice Aliança ao Mercosul), 1870-2007", Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2014.
_________, “A Desordem mundial. O espectro total de dominação: Guerras por procuração, terror, caos e catástrofes humanitárias”, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016.
_________, “A Segunda Guerra Fria. Geopolítica e dimensão estratégica dos Estados Unidos: Das rebeliões na Eurásia à África do Norte e ao Oriente Médio”, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.
NATIONA-GEOGRAPHIC PORTUGAL, “Lítio na Bolívia: A Febre do Ouro Branco”, In: https://nationalgeographic.sapo.pt/ciencia/grandes-reportagens/2042-litio-na-bolivia-a-febre-do-ouro-branco, acesso em: 13/11/2019.
OLIVEIRA, Francisco de, “El neoatraso brasileño: Los procesos de modernización coservadora”, Buenos Aires: Siglo XXI, 2009.
PETRAS, James, “La metamorfosis de los intelectuales en América Latina” In: Estudios Latino-Americanos, México, D.F: UNAM, vol.2, nº5, 1988, pp. 81-86.
PRENSA LATINA, “Honduras um de los paises más violentos de Centroamérica, segun ONU”, disponível em: https://www.prensa-latina.cu/index.php?o=rn&id=289619&SEO=honduras-uno-de-los-paises-mas-violentos-de-centroamerica-segun-onu acesso: 23/08/2019.
PRESTES, Luiz Carlos, “Carta aos comunistas”, São Paulo: Alfa-Ômega, 1980.
RT EN ESPAÑOL, “EE.UU impone nuevas sanciones contra Cuba, Nicarágua y Venezuela”, disponível em: https://actualidad.rt.com/actualidad/312045-eeuu-imponer-nuevas-sanciones-cuba-venezuela, acesso: 28/08/2019.
SANTOS, Theotonio dos Santos, “Socialismo ou fascismo: O novo caráter da dependência e o dilema latino-americano", Florianópolis: Insular, 2018.
SERRA, José e CARDOSO, Fernando Henrique, ”As desventuras da dialética da dependência” In: Estudos Cebrap, São Paulo, n. 23, p. 33-80, 1979.
UNICEF, “Erradicar la pobreza extrema y el Hambre” (2019), disponível em: https://www.unicef.org/honduras/ODM1.pdf, acesso em 27/08/2019.
VALENCIA, Adrían Sotelo, “Subimperialismo e Dependência na América Latina: o pensamento de Ruy Mauro Marini, São Paulo: Expressão Popular, 2019.
WIKILEAKS, “BRAZIL: ILLICIT FINANCE CONFERENCE USES THE "T" WORD, SUCCESSFULLY” disponível em: https://wikileaks.org/plusd/cables/09BRASILIA1282_a.html, acesso em: 22/08/2019.