Aspectos da conceituação do trabalho em Marx a alienação como abstração concreta

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Eric Crevels

Resumo

O presente artigo aborda a questão relativa à dupla determinação e à dialeticidade contidas no conceito de trabalho, conforme desenvolvidas em Marx a partir da dialética hegeliana, e sua importância para a compreensão do conceito de alienação. Busca demonstrar a importância ontológica do conceito de trabalho para o pensamento marxiano, elemento chave de sua crítica enquanto formador da autoconsciência e território da alienação. Investiga os conceitos de abstração e concretude em relação ao trabalho, buscando esclarecer seu emprego e sua abrangência epistemológica em proporcionar uma leitura da alienação como uma abstração que se faz concreta ao ser projetada nas relações sociais de produção.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos

Referências

ARISTÓTELES, Ética a Nicômacos. Tradução, introdução e comentários de Mário da Gama Kury. Brasília. Ed. Universidade de Brasília, 1997.
ARENDT, Hannah. A Condição Humana. Tradução de Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.
ARTHUR, Chris F. Dialetics of Labour. Basil Blackwell, Oxford, 1986.
ASHTON, Paul. Hegel & Labour. Melbourne, 1999.
BOTTOMORE, Tom. Dicionário do Pensamento Marxista. Rio de Janeiro: Zahar, 2001
CHAGAS, Eduardo. F. A determinação dupla do trabalho em Marx: trabalho concreto e trabalho abstrato. Outubro (São Paulo), v. 1, p. 1-14, 2011.
COSTA, Monica Hallak Martins da. A Diferença Entre as Categorias Alienação e Estranhamento nos Manuscritos Econômico-Filosóficos de Karl Marx de 1844. In: Verinotio, N 3, Ano II, Belo Horizonte, 2005.
FEENBERG, Andrew. Between reason and experience: Essays in technology and modernity. Cambridge, MIT Press, 2010.
FERNANDES, Viviane Bonfim. Os conceitos de abstrato e concreto na categoria da mercadoria em O Capital de Marx. Dissertação de mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Filosofia do CCHIS/UNIOESTE. Toledo, 2010.
FROMM, Erich. Conceito Marxista do Homem. Rio de Janeiro: Zahar, 1962.
GERMER, C. M.. A relação abstrato/concreto no método da economia política. In: Corazza, Gentil. (Org.). Métodos da ciência econômica. 1ed.Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003, v. 1, p. 61-92.
HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do espírito. Vol. I e II. 1ª edição [1806]. Petrópolis: Vozes, 1992.
______. Quem pensa abstratamente?. Síntese Nova Fase, Belo Horizonte, v.22, n.69, 1995, p.235-240.
ILIENKOV, Evald. The Dialectics of the Abstract and the Concrete in Marx’s Capital; Aakar Books Classic, 2008.
INWOOD, M. Dicionário Hegel. Rio de Janeiro : Jorge Zahar. 1997
KLUGE, Friedrich. Etymological dictionary of the german Language. Nabu Press, 2010.
LUKÁCS, György. Para uma ontologia do ser social. Volume II. São Paulo: Boitempo, 2013.
MARCUSE, Herbert. Razão e Revolução - Hegel e o advento da teoria social, São Paulo: Paz e Terra, 2004.
MARX, Karl. O Capital: o processo de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.
______. Manuscritos econômicos filosóficos. 1ª edição [1844] São Paulo: Editora Martin Claret, 2001.
MESZÁROS, Istvan. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006
OLIVEIRA, Renato Almeida de. A concepção de trabalho na filosofia do jovem marx e suas implicações antropológicas. In: Kínesis, Vol. II, n° 03, Abril-2010, p. 72 – 88.
PETROVIC, Gajo. Práxis. In: Tom Bottomore. Dicionário do Pensamento Marxista. (Trad. Waltensir Dutra) Rio de Janeiro: Zahar, pp.292-6, 2001
SCHÄFER, Marcio Egídio. Hegel e a Economia Política. In: Semana Acadêmica do PPG em Filosofia da PUCRS, VII Edição, 2011.
SCHWARTZ, Yves. Conceituando o trabalho, o visível e o invisível. In: Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 9, supl.1, p. 19-45, 2011
STANEK, Lukasz. Space as concrete abstraction. Hegel, Marx and modern urbanism in Henri Lefebvre". In: Kanishka Goonerwardena et al. (org.) Space, Difference, Everyday Life. Reading Henri Lefebvre. London / New York: Routledge, 2008, p.62-79.
TRABALHO. In: Dicionário Etimológico. Porto: 7Graus, 2019. Disponível em: https://www.dicionarioetimologico.com.br/trabalho/. Acesso em: 10/10/2019
WILLIAMS, Raymond. Keywords: A Vocabulary of Culture and Society. Oxford University Press: New York, 1983.