Os limites do capitalismo no espaço e no tempo: um ensaio sobre mercado mundial, revolução e sujeito revolucionário em O capital de Marx

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Leonardo de Magalhães Leite

Resumo

Pretendo mostrar que a exposição de Marx no Livro I de O capital conecta os limites da sociedade moderna tanto no espaço quanto no tempo, isto é, conecta mercado mundial e revolução. Ademais, sugiro que essa conexão revela a classe trabalhadora como um todo, necessariamente em nível mundial, como o sujeito social com o potencial de abolir o capital. Para isso, analiso a teoria de Marx em O capital cotejando-a com outros textos do autor.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos