Considerações sobre a forma peculiar de leitura de Marx por Mészáros: reflexões sobre o método

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Demetrio Cherobini

Resumo

O presente artigo busca analisar as peculiaridades e os aspectos fundamentais do método de pesquisa e de conceituação do capital tal como utilizado por István Mészáros a partir de sua interlocução crítica com a obra de Marx, sua principal fonte de referência. Esses aspectos dizem respeito, basicamente, à consideração da obra global de Marx, em sua totalidade e movimento, como fonte de novas elaborações teóricas realizadas a partir de questionamentos concernentes aos problemas da época histórica presente, com suas características e desenvolvimentos específicos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos

Referências

CHASIN, J. Marx: estatuto ontológico e resolução metodológica. São Paulo: Boitempo, 2009.
HARVEY, David. Para entender O Capital – Livro 1. São Paulo: Boitempo, 2013.
MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São
Paulo: Boitempo, 2002.
________. “Marx, nosso contemporâneo, e seu conceito de globalização”, 2004. In: . Acesso em 01/07/2014.
________. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2006.
________. Filosofia, ideologia e ciência social. São Paulo: Boitempo, 2008.
________. Estrutura social e formas de consciência, vol. 1: A determinação social do
método. São Paulo: Boitempo, 2009.
________. A obra de Sartre: busca da liberdade e desafio da história. São Paulo: Boitempo,
2012.
________. O conceito de dialética em Lukács. São Paulo: Boitempo, 2013.
NETTO, José Paulo. “Introdução” In: LUKÁCS, György. Socialismo e democratização. Escritos políticos 1956-1971. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2008.
PINASSI, Maria Orlanda. “István Mészáros, um clássico do século XXI.” In: JINKINGS, Ivana & NOBILE, Rodrigo (orgs.). István Mészáros e os desafios do tempo histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.