Totalidade e internacionalismo em León Trotsky

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Felipe Demier

Resumo

O objetivo deste artigo é, de forma breve, discutir a perspectiva internacionalista de Trotsky, mais precisamente no que tange à sua dimensão teórico-interpretativa. Concebendo o capitalismo como uma totalidade histórica, Trotsky, em suas análises sobre diversas formações sociais, em especial aquelas consideradas atrasadas, procurou compreender os nexos dialéticos entre seus aspectos constituintes "internos" e "externos". A combinação destes aspectos nas formações sociais atrasadas – combinação decorrente da integração das mesmas ao sistema internacional – acabava por condicionar o caráter da revolução a ser realizado nelas. Justamente por serem fragmentos integrados dialeticamente em um todo (o capitalismo mundial), as regiões "coloniais" e "semicoloniais" não poderiam desenvolver a sua história em separado, e, portanto, não lhes seria possível superar seu atraso passando-se a um "estágio" superior ainda dentro dos marcos do capitalismo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
Artigos
Biografia do Autor

Felipe Demier, UERJ

Referências

BIANCHI, Alvaro. "O marxismo de León Trotsky: notas para uma reconstrução teórica", Idéias, nº. 14, pp. 57-99, Campinas, 2007.
DEMIER, F. "A lei do desenvolvimento desigual e combinado de Trotsky e a Revolução Russa". In: DEMIER F. & MONTEIRO, M. L. (orgs.). 100 anos depois: a Revolução Russa de 1917. Rio de Janeiro: Mauad, 2017, pp. 135-166.
DEUTSCHER, Isaac. Trotski. O profeta desarmado. (1921-1929). 2ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.
KNEI-PAZ, Baruch. "Trótski: revolução permanente e revolução do atraso". In: HOBSBAWM, Eric J. (org.) História do marxismo V (o marxismo na época da Terceira Internacional: A Revolução de Outubro: O austromarxismo). 2ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985, PP. 159-196.
LÊNIN, V. Imperialismo: fase superior do capitalismo. São Paulo: Global, 1979.
LIGA COMUNISTA DO BRASIL. "Projeto de teses sobre a situação nacional". In: ABRAMO, F. & KAREPOVS, D. Na contracorrente da história. Documentos da Liga Comunista Internacionalista. São Paulo: Brasiliense, 1987.
LÖWY, Michael. "A teoria do desenvolvimento desigual e combinado", Outubro, nº. 1. pp. 73-80 ,1998.
LUXEMBURGO, Rosa. A acumulação do capital: estudo sobre a interpretação econômica do imperialismo. Rio de Janeiro: Zahar, 1970.
MARQUES NETO, José Castilho. Solidão revolucionária: Mario Pedrosa e as origens do trotskismo no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.
MARX, K. & ENGELS, F. O manifesto do partido comunista. 5ª edição. Rio de Janeiro (GB): Vitória, 1963.
SCHRAM, Stuart. Mao Tse-Tung. Rio de Janeiro: Biblioteca Universal Popular, 1968.
SOFRI, Gianni. "O problema da revolução socialista nos países atrasados". In: HOBSBAWN, Eric J. História do Marxismo VIII (O marxismo na época da Terceira Internacional: o novo capitalismo, o imperialismo, o terceiro mundo). 2ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, pp. 329-373.
STÁLIN, J. Cuestiones del leninismo. 11ª edição. Cidade do México: Ediciones sociales, 1941.
TROTSKY, León. A História da Revolução Russa. Rio de Janeiro/Guanabara: Saga, 1967, 3 volumes.
________. Resultados y perspectivas. Buenos Aires: El Yunque Editora, 1975.
________. A revolução permanente. São Paulo: Kairós, 1985.
________. La revolución española. S. l: El puente editorial, s.d; Escritos latinoamericanos. 2ª edição. Buenos Aires: Centro de Estudios, Investigaciones y Publicaciones León Trotsky (CEIP León Trotsky), 2000a.
________. "Tareas e peligros de la revolución en la India". In: TROTSKY, L. La teoría de la revolución permanente. Compilación. Buenos Aires: Centro de Estudios, Investigaciones y Publicaciones León Trotsky [CEIP León Trotsky], 2000b, pp. 539-548.
________. "Sobre las tesis sudafricanas". In: TROTSKY, L. La teoría de la revolución permanente. Op. cit., 2000c, pp. 561-567.
________. "La revolución china". In: TROTSKY, L. La teoría de la revolución permanente. Op.cit., 2000d, pp. 524-535.
________. "Discussões sobre o Programa de Transição". In: TROTSKY, L. Programa de Transição. A agonia do capitalismo e as tarefas da Quarta Internacional. (Cadernos Marxistas). São Paulo: Instituto José Luís e Rosa Sundermann, 2004, pp. 61-92.
________. A revolução traída. O que é e para onde vai a URSS. 2ª edição. São Paulo: José Luís e Rosa Sundermann, 2005.