O protagonismo das mulheres na Revolução Russa dos antecedentes ao legado

Conteúdo do artigo principal

Paula Martins Sirelli Suenya Santos Cruz

Resumo

Nesse início do século XXI a pauta feminista continua sendo atual numa conjuntura em que as mulheres permanecem como alvo privilegiado de situações de violência sendo vítimas de exploração, opressões, violações e homicídios.  Contudo, na atualidade os movimentos feministas apresentam uma pulverização política que nem sempre recrutam a juventude feminista para as fronteiras revolucionárias no enfrentamento ao sistema capitalista em sua totalidade. No bojo da multiplicidade de correntes políticas feministas corre-se o risco de perder a herança do feminismo classista. Nesse sentido, passados 100 anos da Revolução Russa buscaremos retomar esse legado destacando o protagonismo das mulheres numa sociedade recém saída do czarismo absolutista assentado numa economia rural, com fortes traços patriarcais, portanto.  A partir desse legado intenciona-se colaborar com uma práxis política na contemporaneidade que rompa com a barbárie e retome a emancipação humana como um devir.

Detalhes do Artigo

Como Citar
SIRELLI, Paula Martins; CRUZ, Suenya Santos. O protagonismo das mulheres na Revolução Russa. Marx e o Marxismo - Revista do NIEP-Marx, [S.l.], v. 5, n. 9, p. p. 224-244, ago. 2017. ISSN 2318-9657. Disponível em: <http://www.niepmarx.blog.br/revistadoniep/index.php/MM/article/view/229>. Acesso em: 18 nov. 2017.
Seção
Artigos